quarta-feira, 27 de maio de 2015

O dia a dia do Brasil num e-book gratuito


Edito este blog desde 2007. De lá para cá, publiquei mais de 2.300 crônicas, alguma datadas e outras que se mantêm atuais.

Para facilitar o acesso àquelas que, a meu ver, são, por um motivo ou outro, mais interessantes, fiz uma coletânea, no formato de um e-book, ao qual dei o título de 'País Calmoso e Hereditário". 

São 132 textos sobre política, economia, cultura, artes, futebol e outros temas do cotidiano brasileiro, disponíveis para download gratuito nos seguintes endereços:

www.divertudo.com.br/ebook/PaisCalmoso.pdf
www.divertudo.com.br/ebook/PaisCalmoso.epub

"País Calmoso e Hereditário" é meu segundo livro. O primeiro e-book, com 50 minicontos, chamado "O Riso Frouxo do Homem Insignificante", foi publicado em 2009 e também está disponível pata download gratuito, no endereço
www.divertudo.com.br/ebook/ebook-do-motta.pdf 


No prefácio deste novo e-book explico que as crônicas nele reunidas refletem, de certo modo, a minha visão do mundo e a minha forma­ção intelectual e ideológica. 

O título do livro, também de uma das crônicas selecionadas, remete a um lendário episódio da história da cidade de Guarapari, no Espírito Santo, que deu origem à peça, depois novela da Rede Globo de Televisão, "O Bem Amado", de Dias Gomes. 

Para mim, o Brasil é mais ou menos isso: um país calmoso, no senti­do de que sempre vivemos uma paz aparente e superficial, e hereditário porque as nossas mazelas se perpetuam e parecem não ter fim.

Manter este blog durante esses oito anos tem sido, ao mesmo tempo, uma tarefa di­fícil, por exigir uma disciplina que muitas vezes fui tentado a quebrar, e prazerosa, porque a escrita é um dos meios de que dispõe o cidadão co­mum – o meu caso – para se vingar, seja pela ironia, seja pela contundência, dos hipócritas e cínicos que rebaixam a humanidade.

Embora tenha trabalhado em redações por mais de 40 anos, com passagens em jornais da grande imprensa, como o Estadão, Jornal da Tarde e Valor Econômico, nunca pretendi exercer o jornalismo no blog, que, para mim, é apenas a expressão de um exercício de cidadania, misturado ao prazer que a escrita proporciona.

3 comentários:

  1. Parabéns pelo trabalho. E não pare. Nunca!

    ResponderExcluir
  2. Parabens Motta, por sua inestimável contribuição ao Brasil e seu Povo.

    ResponderExcluir