quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A alcateia faminta e a paz de espírito

Por mais que tente, a minha oceânica ignorância não me permite entender esse pessoal que vai à missa ou outros cultos religiosos, é visto em algumas ocasiões movendo os lábios, como se estivesse rezando, dá, quando em vez, esmolas enquanto espera o semáforo abrir em seus carrões, e não admite que o pobre melhore de vida, que o miserável não passe fome, que os médicos, cubanos ou marcianos, deem assistência a quem precisa. 
Ora, se não fazem a menor questão de que este mundo em que são obrigados a viver melhore, um pouco que seja, que as pessoas tenham uma existência digna, ao menos deixem em paz quem luta por isso. 
Ou seja, numa linguagem que todos entendem, parem de encher o saco de quem está fazendo algo para diminuir a desigualdade social a fim de que todos, eles inclusive, vivam num Brasil melhor que o de hoje. 

A República Bandeirante, longe do paraíso

Algumas questões simplórias que levantei sobre essa ideia brilhante de separar São Paulo do restante do Brasil - valem também para outros Estados:
1) Quem vai arcar com a folha do funcionalismo federal?
2) E o Exército, como fica?
3) E a energia elétrica - ela não vem de Itaipu?
4) E a folha dos aposentados do INSS?
5) E o SUS, que é bancado por União, Estados e municípios?
6) E as universidades federais?
7) As estradas federais?
8) E os royalties do petróleo extraído na Bacia de Santos?
9) E o financiamento agrícola do Banco do Brasil?
10) Idem para o crédito à moradia da Caixa Econômica Federal?
11) E o comércio exterior?
12) A moeda?
13) O novo sistema de tributação?
14) Os programas sociais bancados pela União?
Etc etc etc.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Corruptos, corruptores e a hipocrisia da "gente de bem"

Combater a corrupção é fundamental para que o Brasil seja ainda melhor do que é.
Mas o combate tem de ser de verdade, não esse de mentirinha que os nossos prezados tucanos apregoam.
Aécio teve o cinismo de dizer, nesse último debate televisivo, que para acabar com a corrupção era só tirar o PT do poder!
Como um político que quer ser levado a sério diz uma imbecilidade dessas?
Ora, a corrupção existe no Brasil desde os tempos de Cabral.
É uma das práticas favoritas não só de políticos, mas de empresários - não existe corrupto sem corruptor, não é? - e dos cidadãos comuns, esses mesmos que escrevem essa besteirada toda nas redes sociais de que estão fartos da corrupção do PT.
Um monte de "gente de bem" vive de carteiradas, de pequenos golpes que aplicam no dia a dia, de expedientes e jeitinhos.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Guerra aos inimigos!

A vitória da presidenta Dilma Rousseff na eleição presidencial é um marco na história do Brasil.
Mostra que quando as forças populares se unem, é muito difícil derrotá-las.
Não há terrorismo midiático, nem golpe eleitoral, nem dedos-duros, nem banqueiros, nem empresários ou políticos, que fazem da mentira seu método de ação, que possa ser capaz de vencer a vontade do povo.
O governo trabalhista vem sendo fustigado diariamente, desde 2003, por meio de todos os métodos possíveis, e principalmente por uma mídia partidária.

A vez das baratas

Triste, muito triste, desolado. 
Sempre soube que há uma parte da sociedade brasileira que gostaria que no país houvesse um sistema de castas - os "homens de bem", saudáveis, ricos, vivendo no conforto do ar-condicionado, sem preocupações maiores que não escolher o melhor cardápio do restaurante, a roupa de grife, o destino das férias, e aquela gente feia, que não tem méritos para desfrutar os doces prazeres da vida.
Casa grande e senzala.
Burguesia e proletariado.

domingo, 26 de outubro de 2014

Retalhos de uma eleição desigual

A mídia e a lavagem cerebral 
O que a mídia vem fazendo no Brasil há mais de 10 anos é lavagem cerebral. O objetivo: demonizar o PT e seus dirigentes. Exatamente como na Alemanha nazista faziam com os judeus. 
É a aplicação da máxima do infame Joseph Goebbels: "Uma mentira repetida mil vezes torna-se uma verdade." 
Além da mídia nazista, contribuem para essa lavagem cerebral esses estelionatários, picaretas e bandidos que se dizem "pastores" ou "bispos" de seitas religiosas variadas, que só fazem roubar os pobres de espírito e inculcar neles ódio, preconceito e mais ignorância.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Os perigos do terceiro turno

Basicamente, há duas linhas de pensamento para o terceiro turno, já anunciado pelos tucanos, em caso de vitória de Dilma:
1) A presidenta deve tentar acalmar os ânimos dos oposicionistas;
2) A presidenta deve partir para cima deles com tudo.
O terceiro turno significa que a  oposição não vai aceitar a derrota e vai jogar todas as fichas num processo de desestabilização do governo reeleito, apelando até para um processo de impeachment, tendo como justificativa a "roubalheira" da Petrobras.

Dicas para perder uma eleição

1) Se seu adversário for mulher, trate-a mal, levante o dedo para ela no debate da TV, chame-a insistentemente de "leviana" e mantenha sempre um sorriso irônico;

2) Não responda se for acusado de distribuir empregos para seus parentes quando exerceu cargo público;

3) Não responda se for acusado de construir, com dinheiro público, obras em propriedades de seus parentes - aeroportos inclusive;