sexta-feira, 21 de novembro de 2014

E o Brasil passou a odiar a corrupção...

Ocorre um fenômeno hoje no Brasil.
De repente, assim do nada, todos os agentes que há séculos se valeram, estimularam, se refestelaram, se envolveram até o pescoço, chafurdaram, se lambuzaram, e fizeram da corrupção o seu modo de vida, estão agora frontalmente contra ela, posando de paladinos na luta para exterminá-la da cultura brasileira.
Juízes, delegados, policiais, políticos, empresários em geral e donos de jornais em particular, jornalistas ... um mundo de gente se engajou na moda anticorrupção, e como prêmio tem seu nome estampado nos jornalões, naquelas que antigamente se chamavam de "letras garrafais".

terça-feira, 18 de novembro de 2014

A dor ciática e o enfermeiro preocupado com a economia

Um domingo daqueles...
A dor ciática, provocada por um bico de papagaio, que me acompanha há alguns anos e estava quase adormecida ultimamente, acordou com tudo.
No sábado, era forte, mas ainda dava para andar, sentar, ler, dormir.
No domingo, não podia fazer nada disso.
Ela gritava qualquer que fosse a posição do corpo.
O jeito foi ir ao PS do hospital de Serra Negra, que atende a Unimed, o único plano de saúde da região.
A médica, simpática, foi me ver epois de quase uma hora de espera, me contorcendo numa cama em um quartinho do modestíssimo hospital.
Ela até pensou em injetar um corticóide, mas escolheu um anti-inflamatório, porque era a única coisa que eles tinham lá para aliviar a minha dor.
Uns 40 minutos depois, conseguia, a passos ainda trôpegos, o pé esquerdo sem sensibilidade, sair do hospital.
À noite, tomei a medicação prescrita. Duas hora depois, a dor piorava.

domingo, 16 de novembro de 2014

O golpe de Estado já está em andamento!

O noticiário de hoje não deixa dúvida de que a oposição brasileira, sem votos para eleger, legalmente, o presidente da República, já deu início ao seu esperado golpe de Estado para destituir a presidenta Dilma Rousseff. 
A ação espetaculosa de hoje da Polícia Federal, por meio do seu comitê tucano paranaense, que comanda a tal operação Lava-Jato, é mais um capítulo do roteiro do golpe.
Como é normal, os jornalões fazem a festa.
É tudo culpa do PT, da Dilma e do Lula!
São todos corruptos!
O jornalista Miguel do Rosário, editor do site O Cafezinho, aborda o tema num artigo esclarecedor.
É importante que ele seja lido, para que se entenda o que está se passando atualmente no país:

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

O Estado mais rico do país não tem dinheiro para obras?

Geraldo: adorado pelos paulistas
(Foto: Antonio Cruz/ABr)
Por mais que tente, há certas coisas que escapam completamente da minha compreensão.
Uma delas é esse ser misterioso chamado Geraldo Alckmin.
Para mim ele não passa de um político medíocre e intelectualmente limitado.
Mas não é isso o que pensam milhões de paulistas, que o reelegeram outro dia para mais 4 anos à frente do governo do Estado.
Outro mistério que surgiu nesses dias é esse pedido que Alckmin fez a Dilma para que o governo federal libere R$ 3,5 bilhões para que ele faça algumas obras que ajudem São Paulo nesta trágica crise de abastecimento de água - provocada não só pela estiagem prolongada, mas, principalmente, pela incompetência e irresponsabilidade de um governador chamado, que surpresa!, Geraldo Alckmin.

sábado, 8 de novembro de 2014

Está difícil achar empregadas domésticas? Ainda bem

Resposta longa, mas necessária, a um comentário em minha linha do tempo do Facebook. 
Parece que algumas pessoas fazem questão de mostrar publicamente a sua idiotia - o que denota um comportamento patológico. 
A outra hipótese é que acreditam mesmo no que escrevem e dizem - o que indica uma grave distorção de caráter. 
Seja como for, é cada vez mais necessário combater esse extravasamento de preconceito, racismo e ódio.
O país em que desejo viver não pode tolerar tais manifestações.

Comentário: Então com o PT no Poder não temos mais EMPREGADOSSSSSSSSSS. Fazer o que??? Nos temos que aguentar ,e trabalhar em dobro.Mas ja resolvi cortar meu dedinho e receber uma fortuna assim quem sabe vou ter EMPREGADOS como o LULA LAAAAAAAAA.

"Tenda dos Milagres", o grito de Amado contra o preconceito

Por uma falha imperdoável em minha educação literária, somente agora li o maravilhoso "Tenda dos Milagres", do imortal - esse sim - Jorge Amado.
É impressionante a sua atualidade. 
O preconceito racial - e social - da Bahia e de sua capital no início e meados do século 20, quando lá viveu o protagonista do romance, o mulato Pedro Archanjo, se mostra ainda vivo nos dias de hoje, conforme se vê a todo instante neste nas redes sociais e no dia a dia de qualquer cidade. 
O triste é notar que a luta de Archanjo para botar por terra as teorias racistas que inspiraram o nazismo não terminou.
Dezenas de milhões de pessoas morreram na Segunda Guerra Mundial para derrotar a máquina de destruição nazista.
Mas parece que esse sacrifício todo, o genocídio a que foram submetidos judeus, ciganos e várias outras etnias, foi em vão.
A chaga do preconceito persiste na mente dos homens. 

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Brasil só avançará se informação for democratizada

Deputado Jorge Bittar: é preciso
uma ação coordenada entre o Executivo
e a sociedade organizada
Os jornalões aproveitam este momento pós-eleitoral para plantar no noticiário as mais estapafúrdias "teses" para que o segundo governo Dilma seja mais palatável aos seus interesses, principalmente os imediatos, que dizem respeito à sua própria sobrevivência, ameaçada pela incompetência de grupos empresariais que vivem ainda no pré-capitalismo, dependentes de benesses oficiais e facilidades informais.
Não há notícias, porque ainda não há fatos neste momento de transição. Há tão somente fofocas, boatos, balões de ensaio, lobbies descarados em favor de um outro personagem que possam ajudar o oligopólio jornalístico a respirar por mais algum tempo o oxigênio das cápsulas que o mantém vivo.
Uma das questões mais frequentes do "noticiário" é sobre quem será o próximo ministro da Fazenda. A torcida para que a escolha recaia sobre um amigo do mercado financeiro é tremenda. 
Ao mesmo tempo os jornalões intensificam a campanha permanente que vêm fazendo ao longo dos anos contra qualquer tentativa de regulação do setor de comunicações. Como se sabe, a presidenta Dilma colocou a questão como uma das prioridades em seu segundo mandato.
Nesse quesito, os jornalões se superam. Não só desinformam, mas mentem abertamente, confundindo, de propósito, regulação, algo essencial a qualquer segmento econômico, com censura de conteúdo e outras imbecilidades.

Nordeste puxa empregos no Brasil

Dois terços dos empregos criados nos Brasil estão no Nordeste
(Foto: Marcos Santos/USP Imagens)
No segundo trimestre do ano, 1,495 milhão de empregos formais foram criados no país, e deles, cerca de 1 milhão se situam nos Estados do Nordeste. A informação do IBGE ajuda a explicar a preferência dos nordestinos pela manutenção do governo trabalhista. Afinal, por que os eleitores daquela região iriam votar num candidato que havia anunciado que tomaria "medidas impopulares" assim que assumisse a Presidência? E que também havia dito que o salário mínimo está muito alto? 
O receituário neoliberal pregado por Aécio Neves é inimigo mortal do pleno emprego. 
O nordestino, na sua sabedoria, percebeu claramente que o candidato oposicionista não teria nenhum pudor em interromper a escalada desenvolvimentista por que passam o Norte e Nordeste do Brasil.
Por isso, dois terços dos eleitores dessas regiões votaram em Dilma.
Leia a seguir a íntegra da reportagem da Agência Brasil sobre o assunto: