quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

A massa de manobra e a manobra da massa

A dona Maria, na fila do banco, pode, sem nenhum temor de ser recriminada, dizer que a demora em ser atendida é culpa da Dilma.

O seu Manoel, taxista, não tem culpa em acreditar que não só a Friboi, mas aquela mansão cinematográfica que viu no Facebook pertencem ao Lulinha.

O Jorge, dono de um mercadinho de bairro, tem todo o direito de justificar o aumento de mais da metade dos produtos que vende como consequência da crise, provocada, claro, pelo governo petista.

O Aníbal, operador da Bolsa, sempre diz que o Brasil está como está por culpa dos petralhas e do Nove Dedos, e toda vez que fala isso é apoiado pelos colegas de trabalho.

A dona Maria, o seu Manoel, o Jorge e o Aníbal, embora sejam pessoas de perfis completamente distintos, possuem um traço em comum: têm um nível muito baixo de instrução e de informação.

Por isso são as vítimas preferenciais de boatos ou fofocas, calúnias, difamações ou injúrias - de todas as mentiras que a enorme máquina de propaganda da plutocracia brasileira move contra o governo federal, o PT e suas principais lideranças.


Os quatro integram uma massa amorfa que vem se amoldando, nos últimos anos, para formar, no inconsciente popular, a ideia de que qualquer manifestação social progressista é responsável por todas as mazelas que acometem a nação.

Por trás das manifestações da dona Maria, do seu Manoel, do Jorge e do Aníbal não há, evidentemente, só ignorância - há também preconceito e ódio de classe.

E, pior, que são estimulados fortemente pelos meios de comunicação de massa, por uma imprensa partidária e profundamente reacionária.

Os quatro foram inoculados com tamanha dose de veneno que perderam completamente a noção da grandeza cultural e econômica do país em que vivem.

Para eles, o Brasil, essa potência, é como, vamos exemplificar, uma Serra Leoa, isolada de tudo e de todos, sem esperança de um futuro grandioso.

Para eles, a maior liderança política surgida em décadas e o maior símbolo das virtudes do brasileiro perante todo o mundo, o ex-presidente Lula, não passa de um corrupto como tantos outros que existem por aí.

A dona Maria, o seu Manoel, o Jorge e o Aníbal, já sabemos, são desinformados e ignorantes, acham que o grande herói brasileiro é Ayrton Senna - ou Neymar.

Admiram o Datena, elogiam a visão empresarial do Silvio Santos, dão como verdade absoluta o que veem no Jornal Nacional ou o que leem na Veja,a na Folha, no Estadão, em O Globo e nas redes sociais.

Por isso, por serem desinformados e ignorantes, estão perdoados.

Mas será que podemos também perdoar os ilustres jornalistas, os cultos executivos, os doutos promotores, os experientes delegados e policiais, os sábios juízes, todos esses homens de bem que promovem esta caçada infame contra o ex-presidente que se tornou uma referência mundial de tolerância, combate à fome e à desigualdade e promoção da paz?

Será que eles imaginam o que é, não para a vítima de seus ataques, mas para o próprio Brasil, tentar destruir a imagem, a história e a vida de uma personalidade da estatura de Lula?

Será que não perceberam que, fazendo isso, estão destruindo eles mesmos - moral e eticamente? 

Será que o vírus da ignorância, da desinformação, da intolerância, do preconceito e do ódio é tão forte que dele não escapam nem aqueles que, supõe-se, criaram defesas contra eles? 

6 comentários:

  1. Tem gente que finge embarcar nessa onda anti-pt, mas por uma questão de sobrevivência. Somente os debilóides de dois neurônios acreditam nessa lorota. Acho que o Brasil vem num processo irreversivel de mudar o poder secular das elites.

    ResponderExcluir
  2. O problema é defender o indefensável. Quando o PT era oposição criticava a CPMF e votou contra. Quando virou governo não queria se livrar da dita-cuja, inclusive o próprio Lula? Porque ele mudou de posição? Parece uma coisa simples, mas não é. É uma questão ideológica. Eu mesmo votei nele por causa disso e me indignei posteriormente. Depois ele, para ganhar alguns minutos na TV apertou a mão do Maluf. PQP! Do Maluf! O cara que é procurado até pela Interpol! Eu não vou nem citar as coisas que estão falando dele, se são mentiras ou não. Se ele sabia do mensalão, trensalão e outros roubos por aí. Ficarei apenas na questão da CPMF e do Maluf. Como defender isso? Cadê o caráter do cara? Esse cara por acaso é o "o maior símbolo das virtudes do brasileiro"? Por favor amigo, ou você é ignorante ou desonesto falando tal besteira. Ahh, e antes que me taxe de qualquer coisa, se você postar alguma coisa aqui defendendo José Serra, Aécio, FHC e qualquer outro desses safados eu também criticarei da mesma forma.

    ResponderExcluir
  3. Prezado anônimo, cada um pensa o que quiser, mas na hora de tornar público o seu pensamento é preciso um pouco de cuidado - ou educação. Como é que você, que não me conhece, vem dizer que sou "ignorante ou desonesto" porque penso de uma maneira diferente da sua? Que história é essa? Este é um espaço para gente civilizada. Quer debater ideias, tudo bem. Quer partir para ofensas, fique na sua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olha: as evidencia estão ai , o BRASIL afundou .

      Excluir
  4. O Prezado Anonimo aí em cima, deve estar achando que é moleza para os Trabalhistas,governar um País capitalista, e manter seus compromissos, debaixo de fogo cerrado do Poder Econômico, da Imprensa, das Televisões, do Judiciario, do Ministério Público etc... Pimenta no dos outros é refresco! Senta o teu lá na cadeirinha de decidir pra ver o que é bom!

    ResponderExcluir