quinta-feira, 21 de maio de 2009

Fracasso à vista

A primeira manifestação popular contra a tal CPI da Petrobras, na realidade mais uma tentativa tosca da oposição de tentar desestabilizar o governo Lula, reuniu milhares de pessoas hoje no Rio. 
"Sai seu tucano, sai ladrão. Larga a Petrobras, que é patrimônio da nação", era o refrão repetido pelos manifestantes, que alternavam os versos com um "sai Serra". 
Outros atos deverão se repetir em várias cidades. Assim, com a pressão popular de um lado, e com o discurso de parlamentares da base governista de que essa CPI apenas comprova a ânsia privatista de tucanos e pefelistas, de outro, é de se esperar que a iniciativa oportunista siga o mesmo caminho das anteriores: o esquecimento, depois de alguns dias de foguetório inconsequente.
Há quem diga que o papel da oposição é esse mesmo, o de atormentar o quanto puder o governo. Mas como a tática tem se mostrado de uma ineficácia atroz, os próceres do PSDB e PFL bem que poderiam gastar suas energias em outras coisas mais úteis, como por exemplo plantar batatinhas, já que são incapazes de sugerir alguma alternativa ao que julgam uma administração incompetente.
O governo Lula tem muitas falhas, algumas evidentes, outras nem tanto. Porém, perto do que seus opositores oferecem - um país em que as diferenças sociais, com todas as suas consequências nefastas, devem se perpetuar - ele é a única alternativa para qualquer pessoa de bom senso. 
Combatê-lo da maneira como se faz hoje é garantir a sua continuidade.

2 comentários:

  1. Aí vai um bordão que se pegar será outro tiro no pé da oposição: "O PSDB está se lixando para o Brasil".

    ResponderExcluir
  2. O pré-sal é nosso e ninguém tasca.

    ResponderExcluir